O Município de Canela e a incorporadora Novalternativa assinaram o contrato para a revitalização de mais um atrativo turístico de Canela desativado há anos: o Parque do Pinheiro Grosso, situado na ERS-466 – a estrada para o Caracol. O ato ocorreu no gabinete do prefeito Constantino Orsolin, com a presença de membros do primeiro escalão do Executivo, na manhã desta quinta-feira (30).

A data para a assinatura do instrumento foi proposital. Isso porque há um ano a Novalternativa inaugurava a Estação Campos de Canella no coração da cidade, como concessionário do bem público. Ainda nesta quinta-feira, lá será aberto o parque temático Big Land.

A área do empreendimento corresponde a 125.773,07 m² e as obras, cujo investimento gira em torno de R$ 4 milhões, terão início em alguns dias. O objetivo é reabrir o Parque do Pinheiro Grosso em um ano, a e concessão à iniciativa privada será de 25 anos, segundo Fernando Bassani, diretor da Novalternativa

O arquiteto Marco Santini, responsável pelo projeto, explica que as obras são divididas em três etapas. A primeira contempla, entre outras melhorias, a passarela de acesso à maior espécie do pinheiro-brasileiro (Araucaria augustifolia) em território nacional. Ela agora será coberta, de modo a permitir o acesso de frequentadores independentemente do momento climático.

O local contará com mirante e observatório, com possibilidade da prática de esportes como rapel e tirolesa com vista para o vale. Haverá também um borboletário, visto que o Rio Grande do Sul é o estado que concentra a maior quantidade do inseto no país, conforme Santini. “O elemento principal é o pinheiro, e a proposta é resgatar aquele bem, devolver toda a beleza aos moradores de Canela, com ambiente de flora e fauna revigorado”, detalha.

PODER PÚBLICO

Para o prefeito Constantino Orsolin, a revitalização de um dos ícones de Canela representa uma alternativa para entregar a quem de ofício tem a função de gerar investimentos. “O poder público não sabe fazer dinheiro, produzir riqueza. Quem foi feito para isso é a iniciativa privada”, confirma. Orsolin citou a Estação Campos de Canella como sucesso de uma parceria público-privada bem consolidada.

A solução encontrada pelo governo de Canela para reativar patrimônios da cidade, fomentando a atividade turístico-econômica, deve-se à lei chamada Canela do Futuro – a lei municipal nº 3.934/17. “É uma legislação que estimula o empreendedor a investir no município, gerando renda e emprego”, diz Vilmar Santos, idealizador da norma quando responsável pela Secretaria de Governança, Planejamento e Gestão, atualmente respondendo pela Saúde. “Hoje é um momento feliz e importante para os rumos de Canela no turismo”, destaca Luciano Melo, atual titular da pasta de Governança.

“A gente fica feliz de uma empresa assumir o Pinheiro Grosso e valorizá-lo. Vai ser explorado de forma mais correta, vai receber os visitantes com mais segurança e conforto. A Prefeitura vai continuar ajudando na logística, na promoção, na institucionalização do turismo com todas as atrações de Canela”, opina o secretário municipal de Turismo e Cultura Ângelo Sanches.

PINHEIRO GROSSO – HISTÓRIA

O pinheiro-brasileiro que referencia o parque na estrada do Caracol foi descoberto em março de 1975 pelo tenente Edy Saul Pütten, segundo o livro Os Canelistas, do jornalista Márcio Cavalli. Ele havia chegado no final dos anos 40 a Canela para implantar o quartel da Brigada Militar na cidade.

A área do empreendimento corresponde a 125.773,07 m² e as obras, cujo investimento gira em torno de R$ 4 milhões, terão início em alguns dias. O objetivo é reabrir o Parque do Pinheiro Grosso em um ano, a e concessão à iniciativa privada será de 25 anos, segundo Fernando Bassani, diretor da Novalternativa

O arquiteto Marco Santini, responsável pelo projeto, explica que as obras são divididas em três etapas. A primeira contempla, entre outras melhorias, a passarela de acesso à maior espécie do pinheiro-brasileiro (Araucaria augustifolia) em território nacional. Ela agora será coberta, de modo a permitir o acesso de frequentadores independentemente do momento climático.

O local contará com mirante e observatório, com possibilidade da prática de esportes como rapel e tirolesa com vista para o vale. Haverá também um borboletário, visto que o Rio Grande do Sul é o estado que concentra a maior quantidade do inseto no país, conforme Santini. “O elemento principal é o pinheiro, e a proposta é resgatar aquele bem, devolver toda a beleza aos moradores de Canela, com ambiente de flora e fauna revigorado”, detalha.

PODER PÚBLICO

Para o prefeito Constantino Orsolin, a revitalização de um dos ícones de Canela representa uma alternativa para entregar a quem de ofício tem a função de gerar investimentos. “O poder público não sabe fazer dinheiro, produzir riqueza. Quem foi feito para isso é a iniciativa privada”, confirma. Orsolin citou a Estação Campos de Canella como sucesso de uma parceria público-privada bem consolidada.

A solução encontrada pelo governo de Canela para reativar patrimônios da cidade, fomentando a atividade turístico-econômica, deve-se à lei chamada Canela do Futuro – a lei municipal nº 3.934/17. “É uma legislação que estimula o empreendedor a investir no município, gerando renda e emprego”, diz Vilmar Santos, idealizador da norma quando responsável pela Secretaria de Governança, Planejamento e Gestão, atualmente respondendo pela Saúde. “Hoje é um momento feliz e importante para os rumos de Canela no turismo”, destaca Luciano Melo, atual titular da pasta de Governança.

“A gente fica feliz de uma empresa assumir o Pinheiro Grosso e valorizá-lo. Vai ser explorado de forma mais correta, vai receber os visitantes com mais segurança e conforto. A Prefeitura vai continuar ajudando na logística, na promoção, na institucionalização do turismo com todas as atrações de Canela”, opina o secretário municipal de Turismo e Cultura Ângelo Sanches.

PINHEIRO GROSSO – HISTÓRIA

O pinheiro-brasileiro que referencia o parque na estrada do Caracol foi descoberto em março de 1975 pelo tenente Edy Saul Pütten, segundo o livro Os Canelistas, do jornalista Márcio Cavalli. Ele havia chegado no final dos anos 40 a Canela para implantar o quartel da Brigada Militar na cidade.

A Temporada de Verão de Canela, realizada pela Secretaria de Turismo e Cultura, segue neste final de semana com muita música no Multipalco da Praça João Corrêa. O Festival de DJ’s apresenta estilos musicais diferentes envolvendo profissionais de Canela que ocupam espaços públicos levando diversão para canelenses e turistas. A programação da Temporada de Verão segue até o dia 8 de março.

PROGRAMAÇÃO:

31 de janeiro (sexta-feira), 19h às 22h. Festival de Djs: Projeto Holickers (DJ Greg Moraes e DJ Rodrigo Beeds). Multipalco.

1° de fevereiro (sábado), 16h às 20h. Festival de DJs: Back to Back da Confraria e Beto Krass. Multipalco.

2 de fevereiro (domingo), 16h às 20h. Festival de Djs: DJ Alison Vieira, DJ Rafael De La Rosa. Multipalco.

A Prefeitura de Canela, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, oficializou nesta segunda-feira (13) uma parceria com a empresa TCA Internet para disponibilizar wi-fi gratuito em alguns pontos do Centro da cidade. O anúncio foi feito pelo secretário Ângelo Sanches, durante breve solenidade realizada na Praça João Corrêa, na presença do prefeito Constantino Orsolin, do secretário de Obras, Luiz Cláudio da Silva e da gerente comercial da TCA, Nathália Albernaz. “Trata-se de uma parceria público-privada sem custo algum aos cofres municipais. Esta ferramenta já está a disposição dos canelenses e dos milhares de turistas que visitam nossa cidade mensalmente”, destaca Ângelo Sanches.

O acesso gratuito a internet deve ser realizado pela rede ‘Wi-fi Grátis Prefeitura de Canela’ e está disponível desde o entorno da Catedral de Pedra, até parte da Rua Felisberto Soares e na Praça João Corrêa. Até o inverno o sinal deverá estar disponível em toda Rua Felisberto Soares e Avenida Osvaldo Aranha. Para utilizar o serviço basta o usuário fazer um breve cadastro com dados pessoais. “É um serviço fundamental nos dias de hoje. Vai beneficiar a nossa comunidade, os visitantes, o comércio, os restaurantes e os atrativos turísticos, proporcionando informações instantâneas aos usuários”, avalia o prefeito Constantino Orsolin.

IMAGENS EM TEMPO REAL – A parceria entre Prefeitura e TCA Internet também possibilitou a instalação de câmeras que registram imagens ao vivo de alguns pontos do Centro de Canela. As câmeras estão instaladas na Catedral de Pedra, na Rua Felisberto Soares e no Multipalco da Praça João Corrêa. As imagens podem ser assistidas pelos canais da TCA TV e, em breve, também estarão disponíveis no site da Secretaria de Turismo. “São equipamentos modernos, de alta performance”, afirma Nathália Albernaz, gerente comercial da TCA Internet.

A imponente Catedral de Pedra recebeu na sexta-feira (27), uma obra de arte doada por Ângelo Sanches e Luiz Cláudio da Silva. Trata-se da imagem de Pietà, esculpida pelo artesão canelense Antônio Carlos. Instalada ao lado da catedral, o local recebeu ajardinamento especial realizado pela equipe da Secretaria de Obras. Com muita precisão e maestria Antônio Carlos reproduziu com perfeição a Virgem Maria com Jesus nos braços. Padre Varnei abençoou a imagem que será mais um atrativo. O Prefeito Constantino Orsolin e o presidente do Conselho Administrativo da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, Wanderlei Rigotto, participaram do ato que entrega para a comunidade.

O Réveillon 2020 foi uma grande festa familiar em Canela, na Serra Gaúcha. O show da virada teve DJ, trio elétrico, show de luzes e fogos e muita energia positiva no entorno da Catedral de Pedra. Com animação da banda Show Brasil, a festa começou em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes e continuou pela rua Felisberto Soares até chegar na praça João Corrêa. O Centro de Canela ficou completamente lotado para acompanhar a chegada do Ano Novo. Famílias canelenses e de turistas de diversas partes do Brasil participaram juntas do evento.

Depois do show pirotécnico na Catedral, o trio elétrico desceu pela Felisberto Soares rodeado por uma verdadeira multidão. Os músicos começaram a tocar às 23h30 e encerraram o show somente após às 2h da madrugada.

Os turistas sergipanos Clédson Pires e Renata Fonseca ficaram surpresos com o formato do evento, que faz parte da programação do 32° Sonho de Natal. “Não imaginávamos encontrar no Sul uma festa dessa magnitude. A Catedral é linda. Com as luzes, fica ainda mais encantadora”, elogia Pires.

O secretário de Turismo e Cultura de Canela, Ângelo Sanches, comemora o resultado do evento. “Canela está de parabéns. Turistas e canelenses fizeram uma grande festa. O Révellion de Canela foi sucesso absoluto”, frisa Sanches.

O SONHO DE NATAL

O 32° Sonho de Natal ocorre até 12 de janeiro de 2020. O evento é uma promoção da Prefeitura Municipal de Canela, realizada pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura e Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, com apresentação da Lei de Incentivo a Cultura e Parque Estadual do Caracol. O patrocínio é do Golden Propriedades de Lazer, Motormac, TCA Internet, Azul Linhas Aéreas, Corsan e Caixa Econômica Federal. São apoiadores a Brocker Turismo, Bondinhos Aéreos, Vinícola Jolimont, CVC, Sicredi e Vestena Hotel Canela. Colaboração: Mundo A Vapor, Caracol Chocolates, Stone Hall, Parque Terra Mágica Florybal, Água Mineral Gravatal, Alpen Park, Granja da Telha, Coca-Cola e Museu de Cera. Apoio Institucional: Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo do Rio Grande do Sul, Corpo de Bombeiros, Brigada Militar, Polícia Civil, Câmara Municipal de Vereadores de Canela, REK Parking, Ministério Público do Rio Grande do Sul e Paróquia Nossa Senhora de Lourdes. Agente cultural: 1ª Casa Produções.