Roteiro “Adrenalina”

Canela é conhecida como destino turístico de natureza e aventura! Esses dois adjetivos combinados revelam uma série de atividades ao ar livre com muita estrutura e conforto para quem gosta de adrenalina na veia.

A dica aqui são cinco atrações de muita emoção: Voo panorâmico de Helicóptero, Passeio de Quadriciclo no Caracol, visita ao Alpen Park, descida Rafting nas corredeiras do rio Paranhana e passeio radical em Jipe 4 x 4. Não dá pra fazer tudo no mesmo dia. Reserve de três a quatro dias e você conseguirá cumprir o roteiro completo!

Dia 1: A sugestão é reservar um dia para o Rafting, e escolha de preferência quando estiver fazendo calor, mesclando a tarde com algo mais leve como passeios a pé pela cidade.

Dia 2: O passeio de Helicóptero é mais rápido e só depende de um dia com boa visibilidade e condições meteorológicas. Este passeio pode ser combinado com uma ida tarde no Alpen Park, aí sim, prepare-se para dedicar pelo menos um turno !

Dia 3: Se você quer dirigir um Quadriciclo ou um Jipe 4×4, há ótimas opções. Há um passeio de quadriciclo dentro do próprio Alpen Park e outro muito legal pelas redondezas do Caracol (link acima). Já o passeio de Jipe, oferece
duas opções: uma com você na direção e outra como carona. A escolha é sua! Divirta-se.

Roteiro ” Passeio e Piquenique de Bike”

A tendência de turismo de bicicleta se consolida em Canela com duas ótimas opções de aluguel: o Piquenique de bike e o Bustour na bike.

A Dauper, loja de fábrica de biscoitos e cookies, criou um novo programa para quem quiser conhecer Canela a bordo de bicicletas.Você pode alugar a bike por hora ou por dia. Depois é só escolher o tipo de cesta de piquenique
e seus ingredientes, selecionar um dos três roteiros indicados, pegar o mapa da cidade e sair pedalando.

As opções de pedalada são as seguintes (todas saindo da loja Dauper):

1 – Parque do Lago: distância 700 metros, 5 minutos. No local há pista para seguir pedalando.

2 – Parque do Palácio: distância 1,5 km, 10 minutos. O parque tem 9 hectares e ampla área de passeio.

3 – Laje de Pedra: distância 4 km, 30 minutos. Visite o Mirante e ande pelas ruas do condomínio. São todas planas.

Já a opção Bustour na bike envolve desde o simples aluguel (por hora / por dia) ou uma combinação do passeio no ônibus turístico, intercalado com pedaladas pela cidade. Neste caso, você adquire o passe do ônibus, aluga a
bicicleta e sempre que quiser alterna entre um passeio e outro, colocando a bicicleta dentro do ônibus em compartimento especial.

Se nenhum desses roteiros lhe encantar, alugue as bicicletas por hora ou pelo dia e saia pedalando pelas ruas da cidade e cria o seu! Vale a pena!
Informações: A hora de aluguel custa R$ 15,00 e a diária R$ 50,00.
Biscoiteria Dauper, Rua Borges de Medeiros, 706, fone (54) 32827684.
Brocker Turismo, Praça da Matriz, 69, sala 9 (junto a parada do Bustour).

Roteiro “Dia de Frio”

Viajar para Canela no inverno é um programa perfeito! A região alterna dias chuvosos com outros muito ensolarados e há programas para esses dois extremos.

Em qualquer um dos casos, dia de sol ou de chuva, o roteiro gastronômico do frio passa por fondue, buffet de sopas, chocolate quente e uma boa comida caseira junto ao um fogão a lenha. Restaurantes com lareira também não faltam na cidade!

O passeio do dia frio com sol começa descendo a estrada do Caracol. Se você estiver com crianças, considere as opções de entrar no Parque Mágico do Florybal ou no Vale dos Dinossauros. O primeiro é bem maior e você vai ter divertimento para todo o dia. Já o segundo, é para quem curte os jurássicos e tem um passeio de uma a duas horas, no máximo.

Outra boa opção na mesma rota é o Castelinho e o Mundo Gelado, um ao lado do outro. E os Parque do Caracol e Parque da Ferradura. Vá bem agasalhado e curta o céu aberto de Canela, muito azul no inverno.

Para a combinação de frio com chuva, a boa opção é escolher um roteiro de museu. E há ótimas opções no Museu da Moda, Museu dos Beatles, Mundo a Vapor e Museu do Automóvel.

A renovada Estação Campos de Canella tem ótimas opções para passeio e gastronomia. Ali você pode visitar a locomotiva que fazia o trajeto Porto Alegre – Canela entre 1924 e 1963, quando funcionava a estrada de ferro.

Roteiro “Banho de Cachoeira”

Nada melhor do que tomar um banho de cachoeira num dia quente de verão! Além de divertido, lava a alma e renova as energias. Canela tem boas opções de cachoeiras, todas dentro de parques e algumas com infra-estrutura de vestiários.

A de mais fácil acesso fica no Ecoparque Sperry. Após estacionar o carro, localize o vestiário com banheiros para trocar de roupa. Siga pelos laranjais em direção à cachoeira do Poço. É uma caminhada curta, em meio a um bosque de eucaliptos e de árvores nativas. Em menos de 300 metros você estará na frente da pequena queda d’água que forma uma piscina apropriada para banho. A água é gelada e refrescante! Esse é um passeio rápido, que pode ser feito num turno, com a dica de almoçar lá mesmo, no restaurante Berga Môtta, de deliciosa comida caseira.

O banho de cachoeira no Parque da Ferradura exige bem mais esforço, mas é igualmente compensador. Prepare-se para uma trilha de uma hora de descida e mais outra de subida. Leve muita água, frutas e comida para
piquenique.Sapatos apropriados para trilha, toalhas e uma muda seca de roupa são bem-vindos. A cascata fica no final da trilha do Rio Caí e é linda. Ampla, com pedras enormes para escalar e que rendem boas fotos para postar nas redes sociais. Há bons recantos para descansar e olhar a paisagem antes de pegar o caminho de volta. Esse passeio leva de três a quatro horas.

O Parque da Cachoeira oferece banhos com acesso bem fácil! O mais difícil, muitas vezes, é vencer os 18 km que separam o centro da cidade até a entrada do parque, numa estrada de chão batido (assim com as demais desse roteiro) que não tem uma boa conservação. Mas vale a pena! As quedas d’água são muito bonitas e há vários locais para banho, com banheiros e vestiários acessíveis. O passeio leva de uma a duas horas.

Roteiro “A Pé Pelo Centro de Canela”

O centro de Canela é totalmente plano e perfeito para uma boa caminhada!!! Esse roteiro começa na praça da Matriz, onde fica a Catedral de Pedra, um dos símbolos da cidade. Dê uma volta ao redor da igreja e depois tire uma foto junto ao disputado letreiro “Canela”com a catedral ao fundo. O quarteirão é hoje um dos “points” mais legais por aqui, cheio de lojinhas de artesanato e comidinhas bacanas. Dois decks de madeira convidam você para sentar e apreciar a paisagem, um junto à Casa Auxiliadora e outro bem em frente à igreja. Mas deixe isso para depois!!!

Agora siga caminhando pela rua Felisberto Soares, na direção da Praça João Corrêa: são somente duas quadras, repletas de lojas e cafés. Junto à praça você conhecerá o Multipalco – confira na seção Eventos – para saber das atrações da cidade pois ali acontecem espetáculos gratuitos e feiras.

Caminhe ao redor da praça e atravesse a rua para conhecer a Estação Campos de Canella, originalmente inaugurada em 1924 e recentemente remodelada e transformada em complexo turístico. Do outro lado da rua, passeie pela Feira de Artesanato e pela Casa de Pedra.

Siga para a rua Osvaldo Aranha e caminhe até o seu final, entrando à direita na rua Getúlio Vargas. Caminhe uma quadra até a rua Tenente Manoel Corrêa.Na esquina, do outro lado da rua, está o centenário Grande Hotel Canela.

Vale a pena visitar este que é o hotel mais antigo da cidade ainda em atividade. Saindo do Grande Hotel, vire à direita. Você está entrando no bairro Vila Suzana, um dos mais charmosos da cidade, com casas de moradores e pequenas pousadas. Ande até o Tênis Clube, atravesse a rua Nagibe da Rosa e caminhe uma quadra até a praça Anita Franzen Corrêa, dê meia volta e caminhe pela mesma Tenente Manoel Corrêa na direção do centro. Depois de cruzar a rua Getúlio Vargas, à direita está o Espaço 273, misto de café e espaço cultural. Vale a pena conferir se há algo acontecendo ou simplesmente tomar um cafezinho. Siga até a rua Paul Harris, entre à direita e em uma quadra está a rua Osvaldo Aranha.Entre à esquerda. Pronto, aqui está a Praça João Corrêa. Desse ponto, você decide se quer curtir as redondezas ou voltar para a Catedral de Pedra, seguindo em
frente!

Eu Amo Canela

Dicas para fotografar os letreiros da cidade Andar pelo Brasil e pelo mundo tirando fotos com os letreiros Eu Amo (tal cidade), ou seja, a cidade que está sendo visitada, virou uma verdadeira obsessão para muitos turistas. Tem gente que até coleciona essas fotos!! E cria painéis decorativos incríveis em casa na volta da viagem. Canela não vai desapontar esses colecionadores. Aqui estão indicados os principais pontos da cidade com os letreiros e os pontos turísticos que estão atrás.

Logo na entrada da cidade, o letreiro “Eu Amo Canela”, recebe o visitante junto ao Museu do Automóvel. Local de fácil acesso e estacionamento, certamente será o primeiro ponto turístico que você vai visitar. Um pouco antes, junto à rótula para a estrada do Caracol, há um letreiro todo em madeira escrito “Canela, Paixão Natural”. Esse é o slogan da cidade e revela sua vocação para o ecoturismo. Vale a pena tirar uma foto ali!!! Mas cuidado, pois a rótula fica no meio de avenidas de grande movimento.
Entrando na rua principal, a Osvaldo Aranha, o visitante chegará na praça João Corrêa. Ali é outro ponto com letreiros bem posicionados e que rendem ótimas fotos. E a decoração do local muda conforme a estação do ano. Há pontos para fotos tanto dentro da praça como numa pequena rótula, entre a praça e a Estação Campos de Canella.

Seguindo pela mesma rua, que agora passa a chamar-se Felisberto Soares, você chegará à Catedral de Pedra.Logo à direita e sempre disputada pelos turistas, está o letreiro “Canela” mais fotografado, pois ao fundo está o maior cartão postal da cidade. Aproveite e tire fotos nos mais variados ângulos. No final de tarde, o efeito do sol batendo nos vitrais da igreja fará sua foto ainda mais especial.

O Prazer de Caminhar e Comprar

Se andar pelas ruas centrais de Canela, entre plátanos e canteiros floridos, já é por si só um super programa, você ainda vai encontrar uma série de lojas que surpreende pela diversidade e qualidade dos produtos.
Sabe aqueles pelegos de ovelha que estão nas cadeiras de vários restaurantes, aquecendo ainda mais sua refeição?

Ou aquela faca artesanal de churrasco, o conjunto de fondue, uma gamela de madeira ou mesmo um artigo de couro produzido na região? Todos esses produtos bem típicos de Canela podem caber na sua mala e passar a fazer parte de sua rotina quando voltar para casa, levando um gostinho das férias. As ruas principais da cidade estão repletas de boas lojas com todos esses produtos: objetos de decoração, moda em malha, sapatos, cama e mesa, brechós e até lojas de eletrodomésticos, perfumaria e vestuário.

Destacamos o comércio das avenidas Osvaldo Aranha, Felisberto Soares, Júlio de Castilhos, João Pessoa, Borges de Medeiros (e ao redor da Catedral de Pedra), arredores da praça. O roteiro A pé pelo Centro da Cidade passa em frente de vários desses estabelecimentos ou consulte o mapa para organizar o próprio passeio.

Aproveite Canela também para fazer suas compras com tranquilidade, segurança e todo o charme que só uma
cidade pequena consegue ter.